O Manual do Projeto CAT

Colecção Obras Completas nº 3

82 páginas

 

Philip C. Kendal 

Mais detalhes

978-989-8659-46-0

13,60 €

Preço reduzido!

-20%

17,00 €

Philip Kendall é um dos mais reputados autores na área da psicologia clínica com crianças e o seu modelo de intervenção nas perturbações de ansiedade da infância e da adolescência tem sido repetidamente validado desde os anos noventa, através de ensaios clínicos aleatórios em diversos países e com resultados muito positivos, a curto mas também a longo prazo, reunindo assim as condições para ser considerado um programa com suporte empírico reconhecido pela comunidade de peritos.

 

Este manual dirigido ao terapeuta descreve um tratamento cognitivo comportamental (TCC),

de 16 sessões individuais, para a ansiedade em jovens (14-17 anos de idade). As estratégias que

serão detalhadas aqui devem ser utilizadas em articulação com o Livro de Atividades do Projeto

C.A.T. Da mesma forma, o Livro de Atividades, que contém exercícios e tarefas desenvolvidas para

adolescentes está coordenado com o conteúdo do manual do terapeuta.

 

Embora o Projeto C.A.T. seja baseado no Gato Habilidoso e seja consistente com este programa, foram realizados vários ajustamentos para os adolescentes. Os adolescentes não têm grande disposição para tolerar atividades que são vistas por eles como imaturas ou infantis. Nós concordamos e preferimos, em vez disso, ter um manual de tratamento e um livro de atividades que são ajustados ao nível de desenvolvimento do jovem. Assim, uma vez que o Gato Habilidoso foi originalmente desenvolvido para crianças ansiosas dos 8 aos 13 anos, foram realizados alguns ajustamentos. Para aqueles com experiência prévia com o programa do Gato Habilidoso, descrevemos algumas mudanças que irão encontrar no Manual do Projeto C.A.T.

Primeiro, o Projeto C.A.T fornece mais informação sobre a natureza da ansiedade, o que é e de onde vem. Em segundo lugar, há um maior aprofundamento da utilização estratégica do plano MEDO e da sua aplicação numa diversidade de situações. Em terceiro lugar, na secção do processamento cognitivo, abordamos as diferentes “armadilhas do pensamento”, que são descritas de maneira a ter em conta a maior maturidade

cognitiva dos adolescentes. A maior ênfase no processamento cognitivo é acompanhada por uma diminuição do foco no reconhecimento dos afetos – os adolescentes já têm alguma compreensão dos diferentes estados emocionais. Em quarto lugar, utilizamos um sistema de pontos para ir assinalando o sucesso do jovem, em alternativa aos autocolantes. Em quinto lugar, como já foi referido, existe um

maior foco no encorajamento da independência.

As questões que emergem na terapia com adolescentes são diferentes das que emergem com crianças e o Manual do Projeto C.A.T. oferece orientações ao terapeuta. Cada sessão inclui sugestões, por exemplo, como lidar com um adolescente resistente, um adolescente deprimido, e estratégias gerais para estabelecer uma relação com o cliente adolescente.

Nós reconhecemos que não conseguimos abordar todos os assuntos com que um terapeuta de adolescentes se depara. Encorajamos a adesão ao protocolo, mas com flexibilidade. Mudar o programa para algo diferente não é aconselhado, sendo preferível fazer ajustamentos para individualizar o programa. Defendemos a flexibilidade com fidelidade, como costumamos dizer.

Carrinho  

Sem produtos

0,00 € Expedição
0,00 € Total

Encomendar

Categorias

Inscreva-se aqui para receber a nossa newsletter e fique a par de todas as nossas novidades, eventos e descontos

Novos produtos

» Sem novos produtos